sábado, 16 de junho de 2012

Desabafo!


Eu aprendi a sair da vida das pessoas... Devagar... Devagar... Tão devagar que às vezes elas nem notam que eu estou saindo e, quando se dão conta... Eu já não estou mais ali. Eu também aprendi a sair bruscamente, simplesmente sumir, sem deixar vestígio algum... A parte mais difícil de tudo isso está dentro de mim... Saber que na vida de todas essas pessoas eu não fiz falta... Porque se eu fizesse falta elas nunca me deixariam desaparecer...
Passei 26 anos da minha vida acreditando que talvez um dia encontrasse o amor da minha vida e o viveria intensamente... Eu também acreditava que era possível ter pessoas 100% amigas, confiáveis, leais... e acreditava que algumas pessoas conseguissem viver sem fazer pré-julgamento das outras... Mas nada disso existe.
Caminho sozinha com as minhas decepções. E cada vez mais sozinha... Desaparecendo (devagar ou não) da vida das pessoas... E aprendendo a ser feliz do meu jeito... Sem amores impossíveis, amigos pela metade ou coisas do tipo... Vivendo a realidade... Deixando de ser uma menina para ser uma mulher... E aprendendo a ser forte, como a minha mãe me ensinou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário