segunda-feira, 2 de julho de 2012

Eu e meus dois lados

Eu tenho dois lados. Pelo menos são estes dois que conheço bem até agora. Um é doce, meigo, delicado, de sensualidade leve quase ingênua, romântico, um pouco frágil, extremamente emocional... Nestes períodos, gosto de ligar meus escritos as fotos de Marilyn Monroe. Acredito que ela tem sempre um jeito, um sorriso que demonstra bem aqueles momentos. Mas, se preocupe quando me expresso através da Angelina Jolie. Este lado não tem nada de doce. É forte, agressivo, decidido, erótico, complexo, às vezes é arrogante e frio, não gosta de ser contrariado, sarcástico...

Não tenho medo de nenhum dos dois lados que descobri. Gosto dos dois, mas, confesso que o lado Angelina me fascina, me prende mais. Com o lado Angelina sofro muito menos. Resolvo as coisas de forma mais prática e isso me deixa mais feliz. Se um dia consigo casar os dois talvez seja ideal. Mas gosto das coisas que conquisto e aprendo quando estou em cada uma dessas fases, das sensações que experimento estando em cada uma delas.

Descobri que todo mundo tem seu lado Angelina e seu lado Marilyn. Depende mais da outra pessoa do que de nós mesmos. Cada um recebe de nós o lado que desperta. Quem me dá carinho, recebe carinho e o meu lado mais doce. Mas se você prefere o lado Angelina, vai tê-lo...

Descobri que as fragilidades do lado Marilyn estão fortalecendo o lado Angelina...


Nenhum comentário:

Postar um comentário