quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Simples assim...




Do lado de um imenso muro de pedras voava um pássaro, como sempre sozinho, pensando na sua eterna solidão.

Do outro lado do mesmo muro outro pássaro também voava e lamentava o seu interminável isolamento. 

Mas do alto de uma nuvem, bem acima de qualquer muro, dois anjos observavam a cena. 

Um dos anjos comentou:

- Veja que maravilha! Que sincronismo de vôo! Isto é o verdadeiro amor. 

O outro anjo questionou: 

- Será que eles nunca se encontrarão? 

O primeiro anjo respondeu: 

- É claro que sim. Olhe, lá adiante, o fim do muro. Todo muro tem um fim. 

E completou: 

- Mas se eles se arriscassem a voar mais alto, acima do muro, poderiam se encontrar hoje mesmo. 

(Autor desconhecido)

Nenhum comentário:

Postar um comentário