segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Fique alerta!


Estou em um período bem corrido: lançamento de um projeto, comecinho de outro. E, como todo ser humano em fase de mudança, termino esquecendo de uma ou outra coisa. Minhas meditações começaram a ficar mais rápidas e fiquei menos atenta a mim mesma e ao processo de evolução interior pelo qual estou passando.
E é neste momento que começam os testes. No relacionamento com as pessoas principalmente. Colocando em teste aquilo que você passou por cima e achava que já havia superado. No meu caso, a impulsividade. Dizem que é uma característica bem ariana: bateu, levou. Mas será que sempre vale à pena?

Nós podemos evitar certas situações e, mesmo assim, muitas vezes agimos sem pensar. E quem está infeliz, triste, ou é amargo, percebe isso e se aproveita da situação criando atritos, situações até embaraçosas para que a sua felicidade e equilíbrio sejam, literalmente, colocados em teste.
Não, essas pessoas não merecem que desgastemos nossa energia com discussões. É o nosso Ego dando sinas de que ele ainda está ali querendo ser alimentado. E se você deixar pode arriscar tudo o que você conquistou em anos de trabalho espiritual e mental. Não permita!

Vigie suas atitudes. Ore mais, medite mais e inclua em seus rituais o envio de energia positiva para essas pessoas. Não as considere como inimigas. Elas são provas. E se você ficar atento, saberá tirar o melhor da situação e se auto avaliar. Se pergunte: por que estou atraindo isso? Por que, repetidamente, estou sendo atacada por essa pessoa? Qual o motivo dela estar em minha vida?
Os testes que passei nesses dias me mostraram que eu ainda tenho um longo caminho para percorrer e que o Ego, ou a antiga Kássia, continua ali, servindo para me lembrar que o trabalho interior deve ser contínuo, persistente e eterno.
Não deseje o mal. Não faça o mal. Cuide de você. Faça o bem a você e aos outros. Se alimente bem. E, consequentemente, as energias negativas se afastam e as positivas se aproximam cada vez mais. Se apegue ao bem e o bem se abraçará você com tanta força que nunca mais vai conseguir soltar.

Não se deixe de lado por nada. Você merece o melhor. A sua história de vida é a prova disso. E, quando duvidar, lembre de tudo que você já passou e até onde te levou. Depois firme os pés no presente e aproveite o momento. Se ame e será amada. Se cuide e será cuidada. Se aceite e será aceita. Se esforce e seja melhor a cada dia.
Não deixe que as coisas ruins das quais você batalhou tanto para se livrar voltem. Esqueça o Ego. Fique alerta!
Palavras de Osho: “Existem apenas dois estados de consciência – o estado do ego e o estado do amor. O estado do ego é limitado, na forma de semente, um estado atômico – o amor é todo compaixão, o amor é divino. O centro do ego é o eu, o ego existe por si mesmo. O néctar do amor é o universo. O amor existe para todos.
O ego é exploração, o amor é serviço. E o serviço que flui do amor, livremente e espontaneamente é não-violência.”

Bateu, levou não vale à pena. Pois quem leva, no final, é só você.
Namastê

Nenhum comentário:

Postar um comentário