quinta-feira, 21 de junho de 2012

Mais um dia...


Eu já passei por coisas na minha vida, incluindo na noite de hoje, que eu não desejo que a pessoa que mais me fez sofrer passe por elas. Não sou mais forte que ninguém. Pelo contrário. Às vezes me vejo tão frágil que me assusto e também me decepciono. Talvez o que me torne diferente seja a forma como eu reajo nessas situações. Aquela coisa que falei essa semana sobre ‘desaparecer de várias formas’. Por mais doloroso que seja, algumas vezes é necessário aprender a selecionar e só deixar na sua vida as pessoas que realmente merecem fazer parte dela. Por mais difícil que seja deixar a cargo do tempo, posso garantir que só ele da respostas certas, nas horas certas. Não adiantam planos mirabolantes, vinganças... nada disso é mais poderoso que o tempo. Porque todo que plantamos hoje, colhemos amanhã. E é por isso que eu não planto maldade... Cada um dá aquilo que tem... e dentro de mim não há coisas ruins. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário