sábado, 5 de agosto de 2017

Uma prova de amor

Para ingressar em uma instituição que desejo, realizei uma redação. Como tema, me foi solicitado que escrevesse uma carta para um amigo sobre, em resumo, a importância da leitura, e incentivando-o a ler. Fiquei muito feliz com o tema e saí de lá com os olhos brilhando de felicidade. Em seguida, vim para casa transcrever a mesma para vocês. Espero que seja útil.

Caro amigo,
Uma das frases que mais marcaram minha infância foi dita por minha mãe: “Não se nega a ninguém água e livros”. E ela, ainda hoje, leva está crença muito a sério. Ao seu modo, ela falava sobre o direito do ser humano ao acesso a necessidades básicas.
Lembro que ela sempre trabalhou muito. E a cada retorno, trazia de presente um livro que comprava na rodoviária. Não importava o tema. Certa vez, ganhei um dicionário de japonês e outro de alemão. Já na infância, conhecia autores que é maioria das crianças levaria ainda alguns anos para conhecer.
Assim começou meu prazer pela leitura e curiosidade sobre novos temas. Muitas vezes me pego dissertando sobre temas que tive a chance de conhecer nestas centenas (sem exageros) de livros que já li. Minha mãe me fez ver a leitura como uma grande oportunidade de vencer na vida. E isso me abriu, e ainda abre, muitas portas.
Leio sobre tudo: de bula de remédio a best sellers. E como isso me ajuda? Não tenho preconceitos, porque minha mente se abriu completamente. Não tenho medo do novo, porque sei que sempre posso aprender com ele. Posso atuar em qualquer área, porque não tenho medo de aprender. Não me coloco na posição de vítima, porque sei que minhas portas sou eu quem abre.
Por estas e outras razões, te convido a tomar seu futuro em suas próprias mãos. Saia do conforto e das opiniões prontas e dadas a você pelos outros. Faça seu próprio destino. Leia tudo. E seja um ser humano feliz e muito melhor. Além de, consequentemente, em ser social produtivo e formador de opinião.

                                                               Com respeito,
                                                                Kassia Luana
Ainda não sei o resultado da prova. Mas, a reflexão que me fez ter foi um grande presente.
Muito obrigada!
Namaste

Nenhum comentário:

Postar um comentário